Endocrinologista e Metabologista

Para mim, todo paciente é único. Minha missão é cuidar de você como um todo, integrando conhecimento cientifico em um atendimento humanizado focando não só no tratamento, mas na prevenção e promoção da qualidade de vida.
Atendimentos por ano
0 +

Dra. Samara Louzada Farias​

Título de Especialista de Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM)

  • Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia ( SBEM)
  • Residência de Clínica Medica pela Faculdade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Residência de Endocrinologia e Metabologia pelo Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia Luiz Capriglione (IEDE) 

Quando procurar o Endocrinologista ?

A endocrinologia é uma especialidade médica que se dedica ao estudo das desordens das glândulas endócrinas responsáveis pela produção dos hormônios. O campo de atuação do médico endocrinologista é amplo, uma vez que os hormônios são responsáveis pela regulação de diversas funções do nosso organismo, e portanto as alterações hormonais podem provocar doenças das mais variadas.

No Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, representando quase 7% da população. Sintomas como aumento da sede, poliuria, visão turva, emagrecimento devem levantar a suspeita de diabetes. Se você tem excesso de peso, parentes com diabetes, hipertensão ou alterações de gordura no sangue, procure um endocrinologista.

O Brasil tem cerca de 18 milhões de pessoas consideradas obesas. Somando o total de indivíduos acima do peso, o montante chega a 70 milhões, o dobro de há três décadas. A obesidade representa um risco para a saúde  e esta associado a diversas complicações como o  aumento do o risco de diabetes, hipertensão, neoplasias…

Através do calclulo do IMC (Índice de massa corporal : peso / altura x altura) podemos classificar o paciente.

Segundo o OMS pacientes com IMC entre 25- 30 kg/m² são classificados como sobrepeso e IMC > 30 kg/m² como obesos.

Uma avaliação  multiprofissional com endocrinologista e nutricionista são fundamentais.

A alimentação errada e algumas doenças podem levar ao aumento do colesterol e dos triglicerídeos em adultos e crianças. Com um tratamento adequado, o risco de futuras complicações cardiovasculares é reduzido.

Nódulos de tireoide: Nódulos de tireoide são achados comuns e constituem a principal manifestação clinica de uma serie de doenças da tireoide.  A grande maioria dos nódulos são benignos e a grande importância no seu manejo constitui na exclusão do diagnostico de câncer de tireoide.
Se você tem um nódulo visto pela ultrassonografia, ou através da palpação da região cervical procure um endocrinologista.

Distúrbios na função: A glândula tireoidiana e responsável pela produção e armazenamento dos hormônios tireoidinaos (T3/ t4L).

Esses hormônios são responsáveis por regular o metabolismo de diversos órgãos. O aumento da função (hipertireoidismo) ou a redução (hipotireoidismo) apresentam um largo espectro de manifestação clinicas.

Sintomas como nervosismo; insônia, alterações no ritmo intestinal; coração acelerado; perda ou ganho de peso; queda de cabelo, unhas quebradiças e excesso de frio ou calor podem revelar distúrbios da tireoide. Se você apresenta alguma dessas situações, procure um especialista.

O hipogonadismo masculino resulta da falência da produção de testosterona (hormônio masculino) e/ ou da produção de espermazoides provocada por uma alteração do eixo hipotálamo- hipófise- testículo. Nesse caso, algumas pessoas podem sentir cansaço, diminuição da força muscular, disfunção sexual, infertilidade, necessitando da ajuda do especialista para fazer reposição hormonal.

A hipófise, ou pituitária, e uma glândula pequena localizada na sela túrcica no Sistema Nervoso Central. Apesar de seu pequeno tamanho, essa glândula e responsável pelo controle da função da maioria das glândulas endócrinas. A hipófise pode funcionar de forma anormal por vários motivos, muitas vezes como resultado da presença de um tumor benigno (adenoma). O tumor pode produzir em excesso um ou mais hormônios hipofisários, ou o tumor pode pressionar as células hipofisárias normais e causar a deficiência de produção de um ou mais hormônios hipofisários.  A presença de galactorreia (leite nas mamas, fora do período de amamentação),  mudanças faciais, aumento do número do sapato, dores de cabeça e distúrbios da visão podem estar relacionados a essas patologias. Se você apresenta algum desses sintomas, procure um endocrinologista.

Reposição Hormonal da Menopausa: O início da menopausa só pode ser considerado após um ano do último fluxo menstrual, uma vez que, durante esse intervalo, a mulher ainda pode, ocasionalmente, menstruar.  Sintomas como ressecamento vaginal, ondas de calor, sudorese, irritabilidade podem estar presentes nessa fase. As mulheres nessa fase apresentam perda óssea, aumento do risco de  osteoporose além do aumento do risco cardiovascular.  A reposição hormonal é um tratamento eficaz e tem como objetivo amenizar o desconforto e os riscos causados pela menopausa.

Distúrbios da Menstruação: Alterações do ciclo menstrual (falta de menstruação ou menstruação mais de uma vez ao mês) correspondem a um sinal clinico comum a diversas patologias e podem indicar alterações  no eixo gonadotrófico (sistema nervoso central, hipotálamo, hipófise e ovários).  Doenças como adenomas hipofisários, síndrome do ovário policísticos podem estar presentes e por isso, necessitam de investigação e tratamento adequado.
Excesso de Pelos: Mulheres com excesso de pelos corporais de distribuição masculina- face, abdome, dorso (hirsutismo), acne ou aumento da musculatura, podem estar com produção excessiva de hormônios masculinos (hiperandrogenismo) decorrentes de diversas patologias. Síndrome dos ovários policísticos, hiperplasia adrenal congênita e tumores virilizantes são algumas das doenças que devem ser pesquisadas. Se você possui alguma dessas características, marque uma consulta com um endocrinologista.

As glândulas supra renais possuem essa nomenclatura por estarem localizadas acima dos rins. São responsáveis pela produção de hormônios essenciais ao metabolismo do organismo como o cortisol, aldosterona, hormônios esteroides (feminino e masculino).

Aumento de peso, estrias avermelhadas, pelos excessivos, pressão alta ou baixa, puberdade precoce, além do escurecimento da pele podem significar problemas na glândula supra-renal.. Se você apresenta algum desses sintomas, procure um endocrinologista.

Distúrbios do metabolismo do cálcio, osteoporose, deficiência de vitamina D, hiperparatireoidsimo são doenças metabólicas tratadas na área da endocrinologia.  Dores  ósseas,  fraturas frequentes, cálculos renais recorrentes podem significar distúrbios do metabolismo ósseo.. Procure o seu endocrinologista. Ele pode diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado.

Se você procura um atendimento humanizado e único,
baseado em confiança e segurança, Agende uma consulta.
Será um prazer cuidar de você.

Quando procurar o Endocrinologista?

A endocrinologia é uma especialidade médica que se dedica ao estudo das desordens das glândulas endócrinas responsáveis pela produção dos hormônios. O campo de atuação do médico endocrinologista é amplo, uma vez que os hormônios são responsáveis pela regulação de diversas funções do nosso organismo, e portanto as alterações hormonais podem provocar doenças das mais variadas.

No Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, representando quase 7% da população. Sintomas como aumento da sede, poliuria, visão turva, emagrecimento devem levantar a suspeita de diabetes. Se você tem excesso de peso, parentes com diabetes, hipertensão ou alterações de gordura no sangue, procure um endocrinologista.

O Brasil tem cerca de 18 milhões de pessoas consideradas obesas. Somando o total de indivíduos acima do peso, o montante chega a 70 milhões, o dobro de há três décadas. A obesidade representa um risco para a saúde  e esta associado a diversas complicações como o  aumento do o risco de diabetes, hipertensão, neoplasias…

Através do calclulo do IMC (Índice de massa corporal : peso / altura x altura) podemos classificar o paciente.

Segundo o OMS pacientes com IMC entre 25- 30 kg/m² são classificados como sobrepeso e IMC > 30 kg/m² como obesos.

Uma avaliação  multiprofissional com endocrinologista e nutricionista são fundamentais.

A alimentação errada e algumas doenças podem levar ao aumento do colesterol e dos triglicerídeos em adultos e crianças. Com um tratamento adequado, o risco de futuras complicações cardiovasculares é reduzido.

Nódulos de tireoide: Nódulos de tireoide são achados comuns e constituem a principal manifestação clinica de uma serie de doenças da tireoide.  A grande maioria dos nódulos são benignos e a grande importância no seu manejo constitui na exclusão do diagnostico de câncer de tireoide.
Se você tem um nódulo visto pela ultrassonografia, ou através da palpação da região cervical procure um endocrinologista.

Distúrbios na função: A glândula tireoidiana e responsável pela produção e armazenamento dos hormônios tireoidinaos (T3/ t4L).

Esses hormônios são responsáveis por regular o metabolismo de diversos órgãos. O aumento da função (hipertireoidismo) ou a redução (hipotireoidismo) apresentam um largo espectro de manifestação clinicas.

Sintomas como nervosismo; insônia, alterações no ritmo intestinal; coração acelerado; perda ou ganho de peso; queda de cabelo, unhas quebradiças e excesso de frio ou calor podem revelar distúrbios da tireoide. Se você apresenta alguma dessas situações, procure um especialista.

O hipogonadismo masculino resulta da falência da produção de testosterona (hormônio masculino) e/ ou da produção de espermazoides provocada por uma alteração do eixo hipotálamo- hipófise- testículo. Nesse caso, algumas pessoas podem sentir cansaço, diminuição da força muscular, disfunção sexual, infertilidade, necessitando da ajuda do especialista para fazer reposição hormonal.

A hipófise, ou pituitária, e uma glândula pequena localizada na sela túrcica no Sistema Nervoso Central. Apesar de seu pequeno tamanho, essa glândula e responsável pelo controle da função da maioria das glândulas endócrinas. A hipófise pode funcionar de forma anormal por vários motivos, muitas vezes como resultado da presença de um tumor benigno (adenoma). O tumor pode produzir em excesso um ou mais hormônios hipofisários, ou o tumor pode pressionar as células hipofisárias normais e causar a deficiência de produção de um ou mais hormônios hipofisários.  A presença de galactorreia (leite nas mamas, fora do período de amamentação),  mudanças faciais, aumento do número do sapato, dores de cabeça e distúrbios da visão podem estar relacionados a essas patologias. Se você apresenta algum desses sintomas, procure um endocrinologista.

Reposição Hormonal da Menopausa: O início da menopausa só pode ser considerado após um ano do último fluxo menstrual, uma vez que, durante esse intervalo, a mulher ainda pode, ocasionalmente, menstruar.  Sintomas como ressecamento vaginal, ondas de calor, sudorese, irritabilidade podem estar presentes nessa fase. As mulheres nessa fase apresentam perda óssea, aumento do risco de  osteoporose além do aumento do risco cardiovascular.  A reposição hormonal é um tratamento eficaz e tem como objetivo amenizar o desconforto e os riscos causados pela menopausa.

Distúrbios da Menstruação: Alterações do ciclo menstrual (falta de menstruação ou menstruação mais de uma vez ao mês) correspondem a um sinal clinico comum a diversas patologias e podem indicar alterações  no eixo gonadotrófico (sistema nervoso central, hipotálamo, hipófise e ovários).  Doenças como adenomas hipofisários, síndrome do ovário policísticos podem estar presentes e por isso, necessitam de investigação e tratamento adequado.
Excesso de Pelos: Mulheres com excesso de pelos corporais de distribuição masculina- face, abdome, dorso (hirsutismo), acne ou aumento da musculatura, podem estar com produção excessiva de hormônios masculinos (hiperandrogenismo) decorrentes de diversas patologias. Síndrome dos ovários policísticos, hiperplasia adrenal congênita e tumores virilizantes são algumas das doenças que devem ser pesquisadas. Se você possui alguma dessas características, marque uma consulta com um endocrinologista.

As glândulas supra renais possuem essa nomenclatura por estarem localizadas acima dos rins. São responsáveis pela produção de hormônios essenciais ao metabolismo do organismo como o cortisol, aldosterona, hormônios esteroides (feminino e masculino).

Aumento de peso, estrias avermelhadas, pelos excessivos, pressão alta ou baixa, puberdade precoce, além do escurecimento da pele podem significar problemas na glândula supra-renal.. Se você apresenta algum desses sintomas, procure um endocrinologista.

Distúrbios do metabolismo do cálcio, osteoporose, deficiência de vitamina D, hiperparatireoidsimo são doenças metabólicas tratadas na área da endocrinologia.  Dores  ósseas,  fraturas frequentes, cálculos renais recorrentes podem significar distúrbios do metabolismo ósseo.. Procure o seu endocrinologista. Ele pode diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado.

Diabéticos no Brasil
0 +
Casos de Obesidade no Brasil
0 +

Cálculo IMC

IMC é a sigla para Índice de Massa Corpórea, parâmetro adotado pela Organização Mundial de Saúde para calcular o peso ideal de cada pessoa.

O índice é calculado da seguinte maneira: divide-se o peso do paciente pela sua altura elevada ao quadrado. Diz-se que o indivíduo tem peso normal quando o resultado do IMC está entre 18,5 e 24,9.

Quer descobrir seu IMC? Insira seu peso e sua altura nos campos abaixo e compare com os índices da tabela. Importante: siga os exemplos e use pontos como separadores.



Veja a interpretação do IMC
IMC Classificação Obesidade (grau)
Menor que 18,5 Abaixo do peso normal 0
Entre 18,5 e 24,9 Peso Normal 0
Entre 25,0 e 29,9 Excesso de peso 0
Entre 30,0 e 34,9 Obesidade I
Entre 35,9 e 39,9 Obesidade II
Maior que 40,0 Obesidade Grave III
SEU IMC:

Avaliações dos pacientes

“Muito atenciosa, escuta com calma e avalia todos detalhes relatados antes de emitir parecer. Bem profissional”

N.R

“Adorei a consulta com Dra Samara , explica com detalhes o tratamento , muito atenciosa . Estou muito satisfeita com minha escolha . Super pontual”

F.C

“Excelente atendimento, muito atenciosa, pediu uma bateria de exames para poder investigar melhor e prescrever o tratamento necessário”

M.S

“Super simpática, escuta as dúvidas do paciente e esclarece muito bem. Investiga bem o estado de saúde para dar diagnóstico e tratamento”

D.R

“Dra Samara foi extremamente atenciosa, demonstrando competência no que faz !! Adorei a consulta. Consultório agradável e limpo.”

V. M

“Atendimento excelente! Se interessa pelo paciente e é muito empática. Profissional exemplar. Recomendo a todos!”

V.G

Artigos e Notícias

Diabetes e osteoporose

A prevalência do Diabetes Mellitus tipo2 (DM2) esta aumentado cada vez mais. De acordo com a Organização Mundial de Saúde aproximadamente 422 milhões de pessoas

Leia mais »

Postagens

Endereços

Copacabana

R. Siqueira Campos, 43- sala 1012, Copacabana – Rio de Janeiro – RJ

Barra da Tijuca

Avenida das Américas, 3434 bl 5 sala 323, Barra da Tijuca – Rio de Janeiro -RJ